envie as suas anedotas para coisital@gmail.com

.pesquisar

 

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

.posts recentes

. Gato

. Obesidade infantil

. Discurso politico para to...

. Site das Respostas

. Facturação Grátis

. Google preconceito

. Lavar as mãos

. O que estás aqui a fazer?...

. Viver numa igreja - com o...

. Mulher de 107 anos quer c...

.arquivos

. Março 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Novembro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

Loja para mascotes
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

Picantes q.b.

Duas vaginas encontram-se, e uma diz:
- Ouvi dizer que tens dificuldades em atingir o orgasmo!
- Isso são as más línguas!
............................................

Um pénis para o outro no meio de um filme pornográfico:
- Ouve, vamos embora que estou farto de estar em pé!
........................................
Pergunta do código: 1 pénis, uma vassoura e um vibrador numa rotunda.
Quem tem prioridade?
- O vibrador porque é motorizado!
......................................

Um casal de namorados estava a fazer amor.
- Não tens sida pois não?
- Claro que não!
- Ainda bem porque não quero apanhar isso outra vez!
......................................

Um gajo vai a uma pizzaria agarrado a duas gajas e pede 2 pizzas!
Empregado:
- São familiares?
- Não, são putas!
.....................................

Era uma galinha tão puta tão puta que aprendeu a nadar para ir ter com os
patos!
..........................................

Um preservativo levanta-se de manha, olha-se ao espelho e pergunta:
- Mas que caralho vou eu vestir hoje?
...........................................

Um pénis encontra outro na escola:
- Estás com um ar tão abatido e pálido, o que te aconteceu?
- Saí de uma oral!
publicado por HF às 17:10
link do post | comentar | favorito

Sandálias chinesas

Um casal de Portugas está de férias em Macau.
Passeando pela zona do mercado a ver as coisas que por lá se vendem,
passam por uma pequena loja de calçado,
mais propriamente de sandálias e ouvem uma voz lá de dentro com um linguarej
ar meio chinês a dizer :

- Vocês, estlangeilos! Entlem, entlem na minha humilde loja!

O casal entra na loja e o chinês diz-lhes:

- Tenho aqui umas sandálias especiais que penso que estalão intelessados.
Elas fazem ficale selvagem no sexo que nem um glande camelo do
deselto, quem as calçale.

A esposa, mostra-se curiosa e interessada.
O marido sente que não precisa nada delas, mas por descargo de
consciência pergunta ao homem:

- Como é que estas sandálias nos tornam muito mais activos sexualmente?

O Chinês explica:

- ......é só explimentale...

O marido depois de discutir um pouco com a mulher, cede e
displicentemente experimenta-as.
Calça as sandálias e imediatamente ganha um olhar selvagem,
algo que a mulher não via há muitos anos.
Era o poder sexual cru e nu! Num piscar de olhos, o marido corre para o
Chinês, atira-o para cima da mesa rasga-lhe as calças e...

O Chinês começa a berrar:

- ..... Calçou ao contlálio!!!... calçou ao contlálio!!!...
calçou ao contlálio!!!...
publicado por HF às 17:07
link do post | comentar | favorito

Génio engenheiro!

Um homem caminhava pela praia de Cascais e tropeçou numa velha lâmpada.
Pegando nela, esfregou-a e... um génio saltou lá de dentro e disse:
"O.K.! Você libertou-me da lâmpada, blá, blá, blá!
Esqueça aquela história dos três desejos! Você tem direito a um desejo
apenas e ponto final."
O homem sentou-se e pensou por um instante. Depois disse:
"Eu sempre quis ir aos Açores, mas tenho um medo enorme de voar. E no mar
costumo ficar enjoado. Você poderia construir uma ponte até aos Açores,
para que eu pudesse ir de carro?"
O génio riu muito e disse:
"Isto é impossível. Pense na logística do assunto. Como é que as colunas
de sustentação poderiam chegar ao fundo do Oceano Atlântico? Pense em quanto
betão armado. Em quanto aço. Em quanta mão-de-obra...Não, de maneira
nenhuma! A ponte não pode ser! Pense noutro desejo..."
O homem compreendeu e tentou pensar num desejo realmente bom. Finalmente
disse:
"Sabe... Eu fui casado quatro vezes e quatro vezes me divorciei. As minhas
esposas sempre disseram que eu não me importava com elas e que sou um
insensível. Então o meu desejo é que eu possa entender as mulheres; saber
como elas se sentem por dentro e o que elas estão a pensar quando não
falam com a gente... Saber porque é que estão a chorar... Saber o que elas
realmente querem quando não dizem nada... Saber como fazê-las, realmente,
felizes!"
Ao que o génio respondeu:
"Queres a merda da ponte com duas ou quatro faixas?"
publicado por HF às 17:03
link do post | comentar | favorito

Saiu para ir comprar tabaco

Um dia, ele disse que ia ali à esquina comprar cigarros. E desapareceu.
Não é força de expressão ou sentido figurado.
Ele disse exactamente isto: "Vou ali à esquina comprar cigarros "... e
ficou dez anos desaparecido.
Inesperadamente regressou.... ..
Bateu à porta . A mulher foi abrir e lá estava ele.
Dez anos mais velho, mas ele.
Quieto. Sem dizer uma palavra.
A mulher despejou toda a revolta contida durante o decénio:
"Seu isto! Seu aquilo! Então dizes-me que vais comprar cigarros e
desapareces? Abandonas-me, abandonas as crianças, ficas dez anos sem dar
notícia s e ainda tens o desplante, a falta de vergonha, a coragem de
reaparecer assim, sem mais nem menos ? Vais-me me pagar. Fica sabendo que
vais ouvir poucas e boas. Essa eu não nunca te perdoarei . Estás a ouvir?
Nunca ! Entra, mas prepara-te para..."
Nisto, o homem dá uma palmada na testa, e diz :
"F***-** !......... esqueci-me dos fósforos......"
publicado por HF às 17:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Aula de religião

Na aula de religião a professora pergunta aos meninos e meninas da turma:
- Qual é a parte do corpo que chega primeiro ao céu ?
Uma menininha levanta o braço e diz:
- As mãos...
- E porquê ?
- Porque quando rezamos, elevamos as mãos ao céu.
Nisto, Joãozinho pede licença à professora, e contesta:
- Não são as mãos não! São os pés!
- Os pés...Joãozinho ? E porquê ? - pergunta a freira.
- Bem, esta noite, fui ao quarto dos meus pais. A minha mãe estava com ambas
as pernas levantadas, os pés no ar, e gritava:
- "Meu Deus, meu Deus, estou indo...estou indo"...  Ainda bem que o meu pai
estava em cima dela, segurando, porque senão ela ia mesmo!!
publicado por HF às 14:22
link do post | comentar | favorito

Perigos modernos...

Um tipo, andando pelas ruas de Paris vê uma prostituta maravilhosa.
Inicia uma conversa amigável e acaba fazendo a grande pergunta...
- Quanto cobras?
Ela responde...
- Começa em EUR 500 por uma punheta.
Ele responde...
- 500 euros?!? Por uma punheta? Não pode ser... Nenhuma punheta vale tanto
dinheiro!
A prostituta responde...
- Estás a ver aquele restaurante na esquina?
- Sim.
- Estás a ver aquele outro restaurante uma quarteirão abaixo?
- Sim. Ele responde novamente.
- E aquele outro mais adiante um pouco?
- Sim. Novamente.
- Bem, ela diz, com um sorriso maroto, eles são meus porque eu toco uma
punheta que vale EUR 500.
O tipo pensa...
- Que merda!!! A gente só vive uma vez. Vou experimentar!!!
Eles entram num hotel ali perto. Daqui a pouco ele senta na cama e vê que
acabou de ter a melhor punheta do mundo e que valeu cada um dos 500 euros.
Ele está tão impressionado que diz...
- Um bóbó deve ser uns EUR 1.000.
- Não, EUR 2.000, responde ela.
Ele, em completo estado de choque.
- Não é possível!!!
- Um bóbó não pode custar 2.000 euros. Nem o Bispo Macedo pagaria isso por
um bóbó.
A prostituta responde :
- Vem até à janela, bonitão. Estás a ver aquele Casino do outro lado da rua?
Aquele Casino é meu. E ele é meu porque eu faço um bóbó que vale 2.000
euros.
O tipo pensa na punheta e no gozo fantástico e decide adiar a troca do carro
para o ano que vem.
Vamos nessa!!!
Dez minutos depois, ele está sentado na cama, mais maravilhado ainda. Ele
mal consegue acreditar mas valeu cada centavo de seu dinheiro. Ele decide
meter a mão na poupança por uma experiência inesquecível.
E aí pergunta...
- E quanto é a rachinha? EUR 5.000?
A prostituta responde...
- Vem até a janela.
- Estás a ver toda a cidade de Paris? Com todas as suas luzes brilhantes,
casinos, hotéis maravilhosos, casas de espectáculos e restaurantes?
- Maldição!!- respondeo tipo - És dona de tudo isso?
- Não, mas seria se tivesse uma rachinha!!!
publicado por HF às 14:20
link do post | comentar | favorito

De onde vêm os bebés, versão actualizada.

- Papá, como é que eu nasci?
- Muito bem, um dia tínhamos de ter esta conversa !!!...
Foi assim... O papá e a mamã encontraram-se num "chat" chamado
"sado-conversas", que, como o nome indica, é para pessoas de Setúbal. O papá
marcou um encontro com a mamã e acabámos na casa de banho de um cybercafé.
Depois, a mamã fez uns "downloads" do "memory stick" do papá e quando eu já
estava pronto para o "upload", descobrimos que não havia "firewall". Como
era tarde demais para fazer "cancel", fiz na mesma o "upload" e nove meses
depois, o estupor do vírus apareceu.
- Ahnn???
publicado por HF às 14:17
link do post | comentar | favorito

O balde

Eu admito que sempre tive uma tremenda fixação numa vizinha do meu
prédioe vivia pensando na forma de a "comer".
Um dia, conversando com o marido dela, eu ouvi-o dizer:
- Estou a precisar de pintar o meu apartamento, mas trabalho o dia inteiro
e
chego cansado e sem qualquer disposição. Tentei contratar um pintor, mas
pediu-me os olhos da cara.

Aí eu tive a idéia:
- Não seja por isso. Eu estou de férias e pintar paredes é o meu hobby.
Posso pintar-lhe o apartamento com prazer.

O morador, que não tinha outra alternativa, aceitou feliz a minha oferta.
Bem falante que sou, mal comecei a pintar o apartamento, logo consegui
levara mulher para a cama.
Só que não contava que o marido ia esquecer os documentos em casa e
regressar para os vir buscar.
A mulher, ouvindo o marido abrir a porta da sala, correu para o WC.
Quando o marido entrou no quarto encontrou-me em pêlo em cima da escada,
dando umas pinceladas na parede.
Aos berros, ele perguntou:
- O que é isso? Começou pelo quarto?
Eu respondi:
- Ora, eu estou pintando de graça, começo por onde quiser.
- Mas nu?
- E você queria que eu manchasse a minha roupa com tinta?!!
- Mas de "pau feito"?
- E você queria que eu pendurasse o balde onde?
publicado por HF às 14:11
link do post | comentar | favorito

Tapete Persa

Uma linda garota (20 aninhos, loirinha de olhos azuis...),
Entra na loja de um turco e pergunta o preço de um belo tapete.
- São 400,00 reais, responde o turco.
- Mas moço, eu só tenho 300,00. Vende por 300,00, vai!!?
- Não tem como, moça. Esse tapete me custou quase isso!
- Ah! Moço! Vende pra mim?
- Não posso...
E apesar da longa choradeira da menina o turco não
Baixou o preço, mas fez uma proposta para a moça:
- Se você agüentar uma "trepada" em cima desse tapete,
Pode levar ele de graça.
- O que? Trepar? O sr. Quer dizer, fazer sexo?
- Exatamente! Se você der pra mim em cima do tapete,
Ele é seu de graça, mas com uma condição:
NÃO PODE PEIDAR!
- Tá bom, eu topo. Eu quero muito esse tapete.
O turco foi lá fora, deu uma olhada para os lados e
Fechou a porta da loja.
A gatinha já estava peladinha em cima do tapete.
Quando o turco baixou as calças, apareceu um negócio
Que parecia uma tromba de elefante. A ponta
Quase batia no joelho do infeliz. Era bem dotado mesmo.
A moça arregalou o olho, mas o negócio já estava
Combinado.
O turco se posicionou sobre a garota e quando deu a
Primeira encostada com força, ela gemeu, suspirou
E... Peidou!
Voltou pra casa chorando, desesperada, nada lhe
Consolava.
Contou a história para sua mãe.
- O que??? - disse a mãe - Eu vou lá e vou resolver isso.
Vou trazer esse tapete. É uma questão de honra!
Foi até a loja. O turco fez a mesma proposta.
- Não pode peidar! Lembrou ele...
E foi só o turco encostar o "mandiocão" que a mulher
Prendeu a respiração, mordeu o lábio e... Peidou.
Voltou pra casa chorando, lamentando, xingando o desgraçado.
A vovó que ouviu toda a história disse que esse era
Um problema para ela resolver.
E foi lá pra loja do turco.
Após uma hora, mais ou menos, lá estava chegando
A velha, carregando o tapete enrolado no ombro...
A mãe e a filha, que haviam ficado em casa aguardando, fizeram
A maior festa, pulavam alegremente e felizes perguntaram como ela havia
conseguido.
Ela respondeu: - Consegui porra nenhuma!
Tô trazendo só pra lavar. Me caguei toda!!!

 
 
publicado por HF às 13:03
link do post | comentar | favorito

Nunca te percas,ou, quem sabe...

Um famoso repórter de televisão estáva no Uzbequistão, no meio de uma
grande reportagem que faláva sobre os costumes do local. De repente, ele
deparou-se com um velhinho e logo começou a entrevistá-lo:

- O senhor poderia contar-me um episódio da sua vida que jamais tenha se
esquecido? O velho homem sorri e começa a contar a história:

- Um dia, há muito tempo atrás, a minha cabra perdeu-se na montanha.
Como manda a nossa tradição, todos os homens da cidade se reuniram para
beber e sair à procura da cabra. Quando finalmente a encontramos, já de
madrugada, bebemos mais uma dose e, como de costume, todos fizeram sexo
com a cabra, um por um. Foi uma cena inesquecível...

O jornalista, ainda boquiaberto, retorquiu:
- Meu senhor, sinto muito, mas a estação onde trabalho dificilmente irá
colocar no ar este depoimento, por isso sugiro que o senhor conte uma
outra história... Quem sabe se o senhor nos contasse uma história bem
feliz...

O velho sorriu e disse:
- Ok, também já vivi uma história muito feliz aqui...

O repórter sorri aliviado e o velho homem começa a contar a história:

- Um dia, a mulher do meu vizinho perdeu-se na montanha. Como manda a
nossa tradição, todos os homens da cidade se reuniram para beber e sair
à procura dela. Quando finalmente a encontramos, já de madrugada,
bebemos mais uma dose e, como de costume, todos fizeram sexo com a
boazona, um por um. Foi a maior diversão da minha vida! O jornalista
estava aterrado, mas não desistiu e sugeriu ao idoso:

- Ok, vamos tentar mais uma vez: Será que o senhor não poderia
contar-nos uma história muito, muito triste? Então o velho homem baixou
a cabeça e, com os olhos cheios de lágrimas,

começou:

- Um dia, eu perdi-me na montanha...
publicado por HF às 13:01
link do post | comentar | favorito
Loja para mascotes